Seta verde Notícia

11.10.2019 - 14:23
Adagro apresenta o Programa de Qualidade em Produtos de hortifrutigranjeiros para a Idaron

O Coordenador do Programa de Fiscalização de Agrotóxico da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron), Sirley Ávila Queiroz, veio para Pernambuco para conhecer o trabalho pioneiro realizado pela Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro) no Programa de Qualidade dos Produtos em hortifrutigranjeiros.

 

            O programa que começou em 2008 tem o objetivo de levantar dados confiáveis sobre a situação da contaminação de alimentos por agrotóxicos, divulgando-os para que as medidas administrativas e judiciais cabíveis fossem implementadas. Atualmente, a Adagro realiza mensalmente coletas no Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa) e em feiras orgânicas, para análises de resíduos de agrotóxicos não autorizados ou acima dos limites máximos permitidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa.

 

            Os resultados são enviados para vários órgãos e publicados mensalmente no site eletrônico da Adagro. Quando um produto é considerado insatisfatório é realizada a rastreabilidade das inconformidades nas áreas produtoras do Estado.

 

A Idaron pretende implantar um programa parecido com o do estado de Pernambuco, para isso Sirley Ávila acompanhou durante uma semana o monitoramento de resíduos de agrotóxicos da Adagro. Durante sua visita, ele recebeu uma explanação sobre o programa, acompanhou uma coleta mensal, conheceu o laboratório e participou de uma ação de rastreabilidade.

 

O programa é uma parceria do Ceasa, do Ministério Público do Estado de Pernambuco (MPPE), da Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (APEVISA), do Instituto de Tecnologia de Pernambuco (ITEP) e da Adagro.

 

 

 

 

 

Voltar